segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Amor das Arábias na Era Virtual


E vamos a mais um post fugitivo, daqueles que fogem aos assuntos normais do blog. Pessoal, o foco do blog e fan page não é sobre relacionamentos entre árabes e brasileiras/estrangeiras...
Muitos pedidos de conselhos, ajuda e tal para quem tem relacionamentos com árabes e até mesmo outras nacionalidades tem lotado minha caixa de mensagem na página do Facebook...portanto, estou escrevendo este post pois como
sempre respondo lá nas mensagens da fanpage; ajudo sobre qualquer assunto sobre o Egito (claro, se eu souber), MENOS sobre relacionamentos com árabes. Acho muito íntimo a pessoa expor sua vida, além de já ter me deparado com pedidos de traduções de conversas que eram, digamos assim, bastante calorosas! Além do mais, cada caso é um caso e gente, de verdade, não sou conselheira amorosa...e esse post é o máximo que estarei falando sobre esse assunto, tanto aqui quanto por mensagem na página do Facebook.
Deixarei alguns toques do que não é legal em um relacionamento (sendo sim, indícios de que você está, muito provavelmente, sendo enganada - na era digital, todo cuidado é pouco) e se caso o seu esteja com vários desses sinais, abra os olhos e reveja seus conceitos de amor e CARÊNCIA para se certificar de não ser você mesma a estar se enganando.
Mais uma vez vou repetir, cada caso é um caso e você mesma, mais do que ninguém, sabe quando seu relacionamento é para valer ou se está sendo, digamos assim, ingênua. 

1. Se ele desaparece por dias, semanas, meses!!! E depois volta com uma desculpa qualquer, daquelas mais esfarrapadas do mundo como: a mãe está doente, alguém da família morreu, está trabalhando feito escravo, ele está muito doente (ficou paralítico (!) e por um milagre voltou a andar agora por isso está de volta!!! - sim, tem cada desculpa que até Deus duvidaria), foi para a guerra em algum país em conflito, e por ai vai... Gente, por favor, hoje em dia com todo o avanço tecnológico, email, whatsapp, viber, SMS, Facebook e mais uma infinidade de outras facilidades, não tem absolutamente *n-e-n-h-u-m-a* desculpa para se justificar um sumiço. Você simplesmente não é prioridade ou ainda, pode ser mais uma entre outras.

2. Vocês estão "namorando" e ele não te apresentou a família dele? Regra básica em 99,99% das famílias árabes é: está interessado em alguém de verdade, então peça permissão à família dela para formalizar esse relacionamento e isso quer dizer que tem intensões sérias de casamento. Na maioria dos casos esse consentimento significa até mesmo marcar a data do casamento e nesse meio tempo (que não é namoro e sim noivado) conhecer mais um ao outro, mas já com a permissão de ambas as famílias (mesmo que esse encontro entre famílias seja via câmera). Se você não foi apresentada aos pais ou pessoas importantes da família caso os pais forem falecidos e ele também não falou com seus pais ou seus "responsáveis", desconfie, mas desconfie muuuuito. E por favor, não se apegue àquele 0,01%; aqui não existe isso de namoro.

3. Se ele te pediu ou aceitou dinheiro e/ou presentes caros é outro sinal bastante negativo. A maioria dos homens árabes jamais aceitariam ou pediriam dinheiro para uma mulher, por mais pobres que sejam. Exatamente por serem criados sabendo que a responsabilidade do homem é cuidar da mulher em todos os sentidos.

4. Ele tem várias contas no Facebook ou uma onde a maioria das pessoas são mulheres estrangeiras ou contas em sites de relacionamento, etc, etc, etc. E continua com todas as contas mesmo depois de estar com você.  E em muitos casos ele  ainda briga por você ter amigos homens no seu Face, se fazendo de vítima. Puxa, dai é muito "face de pau"! Óleo de peroba nele, né amada?!!! As chances dele estar apenas a procura de diversão são de 100%.
Outra coisa que pode parecer bobagem mas não é; caso ele não queira colocar o status de relacionamento como em um relacionamento sério, em um noivado e até em alguns casos se até mesmo já casado com você ele não quiser colocar essa informação...não desconfie, tenha certeza de que coisa boa ele não é.

5. Se te pediu a tal e famosa e graças a Deus extinta carta convite. A tal carta que fazia a mulher (ou pessoa) se responsabilizar totalmente pelo estrangeiro; com moradia, alimentação, gastos hospitalares (se necessário) e judicialmente também. Ok, não é fácil obter o visto brasileiro como já escrevi no post sobre a CARTA CONVITE, e se ele realmente quer se casar com você, fará questão de que você conheça a família dele, e sendo muito mais barato para um brasileiro vir ao Egito do que um egípcio (ou algumas outras nacionalidades) ir ao Brasil, ele pode te ajudar a vir e se tudo der certo, vocês se casarão e pedirão o visto dele para o Brasil. Mesmo assim é bom estar com os olhos bastante abertos, pois algumas pessoas se casam apenas para conseguirem sair de seus países e outras pelo visto brasileiro que após um tempo dará o direito de pedir cidadania e com isso é um passo para entrar na Europa.

6. Desconfie de "apaixonites agudas" com frases de eu te amo logo de cara. Desconfie mais ainda se junto do eu te amo ele te pedir em casamento logo na primeira, segunda semana que vocês estão se falando. Não se esqueça que quem vai te pedir em casamento é "a família dele", no caso, ele jamais te pediria em casamento sem o consentimento e aprovação das famílias; sua e dele.

7. Homens casados que dizem viver mal com as esposas e blá blá blá... meninas, essa já é manjada até ai no Brasil e no mundo todo. Falando em casar, cuidado com relacionamentos mais íntimos via câmera. A grande maioria dos homens do lado de cá do oceano jamais casam com mulheres que aos olhos deles não se respeitam, mostrando o corpo à eles. E não adianta se iludir e tentar faze-los entender que é por amor, pois na cabeça deles se você fez isso por ele, deve ter feito por todos que acreditou ter amado e sejamos sinceras, a maioria dos homens pensam da mesma forma, só que aqui eles levam isso realmente a sério.

8. E por último e não menos importante, não, você não precisa se reverter ao Islã (a não ser que seja de sua vontade) e muito menos usar o hijab, niqab ou abeyas. Como já disse várias vezes, as vestimentas islâmicas tem um porque de serem usadas por nós muçulmanas. Elas não são fantasias de carnaval que você coloca para "impressionar" os futuros sogros ou bater fotos para aparecer para os amigos. Por favor, respeitem. Não se fantasiem de muçulmanas!
Quando forem conhecer a família de seu habibi, usem suas roupas normais, apenas evitando decotes e roupas curtas e justas demais. Seja você mesma, as pessoas devem gostar de você por aquilo que você é e nunca por uma personagem que você criou.

Então é isso pessoal, como vocês podem ver, não foge muito aos relacionamentos "normais" ai do Brasil ou mundão afora e independente de país, raça, religião, existem boas e más pessoas em todo lugar. Coração e olhos abertos devem sempre caminhar juntos, esse é o melhor conselho que posso dar.

Salam.


4 comentários:

  1. Gente!!!! Pior que sai ano entra ano e imaginamos que as pessoas aprendem lições... Não, não aprendem... Bjks, Chrys!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem é que não aprendem, Tati, mas infelizmente, muitas mulheres confundem carência com amor e essa grande maioria só enxergam aquilo que querem. Triste isso.

      Excluir
  2. Boa tarde Chrys, eu estou falando com um mulculmano que estava deixando postagem no meu instagram a 1 ano, porem nunca tinha dado bola para ele, ate que um dia acabei falando, ele diz que me ama e que ama meu tom de pele, ele sempre diz que tem de rezar as vezes eu ate vejo pela can o ritual, nao entendo nada do assunto, ele diz ser virgem mais fica sempre me pedindo para mandar fotos de lingerie para ele, acho que ele nao e confiavel ne...eu tenho lido seu blog e amado, tenho tirado muitas duvidas mais ainda tenho horrores...nao sei bem se continuo a falar com ele ou nao, o que eu faco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tabita. Tudo bem. Então, como já expliquei neste artigo, eu não falo ou dou conselhos relacionados a relacionamentos afetivos.
      Um abraço e obrigada por acompanhar meu trabalho.

      Excluir

Comente e deixe também a sua sugestão para novos posts. O que você gostaria de ler?

Fique mais um pouco e leia também: